Prefeitura Municipal de Salvador
0
0
0
s2sdefault

Mais uma intervenção viária, fruto das obras da primeira etapa do BRT de Salvador, na Avenida ACM, foi entregue à população. O elevado Cidadela, que começa próximo da entrada do bairro da Polêmica e finaliza perto da antiga Comercial Ramos (sentido Parque da Cidade), passou a ter o tráfego liberado no final de semana e já proporciona grande melhora no fluxo de veículos na região. 


Sustentada por 60 vigas pré-moldadas, a estrutura possui 460 metros de comprimento e três faixas de tráfego, sendo duas em asfalto e uma em concreto que, futuramente, será apenas para ônibus do BRT. O acesso ao elevado tem sido a única opção para quem passa por esse trecho da via.
 
Na prática, os motoristas não enfrentam - em um percurso de quase meio quilômetro - interferências provocadas pela obra: desvios, movimentação de equipamentos como escavadeiras e caminhões. Há outro elevado paralelo a este, no fluxo contrário, que está previsto para ser concluído em novembro. De acordo com o consórcio responsável pela construção do BRT, o elevado que fica na altura do Walmart  no sentido Shopping da Bahia, está previsto para ser entregue neste final de semana, entre os dias 27 e 28. 

Viadutos - Neste mesmo ponto da avenida também há mais um elevado que está sendo construído no sentido oposto e que será inaugurado em setembro. Com isso, a primeira etapa do BRT terá um total de quatro elevados que, além de via expressa para automóveis, abrigarão estações do BRT e ciclovias. O projeto do novo modal ainda contempla três viadutos. Dois deles já foram entregues no chamado complexo João Gilberto, em dezembro passado, e ficam nas imediações do Parque da Cidade, no Itaigara. Outro viaduto está sendo construído ligando a Praça Newton Rique à estação do metrô da Rodoviária. 
 
Obras – As obras da primeira etapa do BRT estão 65% concluídas. As intervenções, que compreendem trecho de 2,9 km de extensão, ligando o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia (Estação de Integração BRT/Metrô), estão previstas para ser totalmente concluídas até o final deste ano. 

O investimento é de R$ 212.781.070,50, com recursos oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal. A implantação do novo modal vai possibilitar a criação de linhas exclusivas para o transporte público, automóveis e bicicletas em corredores de tráfego próprios e segregados que vão reduzir o tempo do soteropolitano no trânsito e melhorar a mobilidade em regiões críticas.
0
0
0
s2sdefault