Prefeitura Municipal de Salvador
0
0
0
s2sdefault

Durante o período carnavalesco, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) intensifica as blitze de alcoolemia para inibir o uso de álcool por condutores que prestam serviço durante a festa. Cerca de 400 motoristas ligados a secretarias e órgãos municipais envolvidas na Operação Carnaval passam pelo teste do bafômetro diariamente. Até o início da tarde desta segunda-feira (4), foram realizados 1.185 testes.

 

O coordenador responsável pela operação, Francisco Cláudio Mangieri, explicou que a iniciativa ocorre impreterivelmente todos os anos e que é uma segurança não apenas para os motoristas, mas também para a população. “Estamos sempre promovendo essa ação durante o Carnaval porque é uma forma de zelar pela integridade dos cidadãos nesse período. A gente sempre alerta aos motoristas que, se eles se colocaram à disposição para trabalhar, precisam renunciar ao uso do álcool, pois não combina com direção”, frisou.

 

Durante o Carnaval, os veículos a serviço da gestão tem o abastecimento bloqueado através de sistema diariamente para que o condutor tenha que comparecer na sede da Transalvador, nos Barris, para realizar o teste o bafômetro. Após o teste, tendo o resultado negativo para álcool, os profissionais são liberados para efetuar o abastecimento.

 

De forma a garantir que o profissional tenha que comparecer ao órgão, a Transalvador também limita neste período o quantitativo de litros de combustível por abastecimento. A média é de vinte litros. A ação, que utiliza o mesmo sistema online nos últimos quatro anos, tem se mostrado eficaz. Nenhum motorista foi notificado pelo uso de álcool durante todos os dias de festa.

 

Penalidades – Ao ser constatada a infração de qualquer cidadão, e o teor alcoólico ser menor ou igual a 0,3mg/L, o condutor é autuado com base na Lei Seca. Caso o teor alcoólico seja superior a 0,3mg/L, já configura crime de trânsito e o condutor é encaminhado à delegacia para que sejam adotados os procedimentos legais.

 

Veículos a serviço – Todos os veículos que não participam da Operação Carnaval são bloqueados via satélite durante o período de folia. A medida evita que motoristas que não estejam trabalhando no período utilizem o carro de forma indevida e gerem custos ao município.

0
0
0
s2sdefault