Estatísticas

Em cumprimento a sua missão e ao que estabelece o artigo 24, inciso IV do Código de Trânsito Brasileiro - CTB, a Transalvador, como órgão executor da política de trânsito do Município, desenvolveu e mantém o SIAT - Sistema de Informação de Acidentes de Trânsito desde janeiro de 2000.

O SIAT - Sistema de Informação sobre Acidente de Trânsito tem como objetivo de consolidar em uma ferramenta computacional todos os requisitos necessários à implantação e operação de um sistema de informação sobre acidentes de trânsito.

Suas atribuições consolidam as melhores práticas amadurecidas dentro do município de Salvador, no que diz respeito à metodologia, coleta, consolidação e divulgação dos dados sobre acidentes de trânsito, em um ambiente seguro, de alta portabilidade e, principalmente, de fácil operação.

Tecnologicamente o SIAT foi desenvolvido dentro dos mais modernos paradigmas da TI. Implementado em uma arquitetura de Data Warehouse, armazém de dados, o sistema é capaz de difundir as funcionalidades de análise dinâmica dos dados – OLAP, o que confere ao gestor ampla capacidade de análise, transformando efetivamente dados em conhecimento estratégico.

Conceitualmente o SIAT está em conformidade técnica com as orientações sugeridas pelo DENATRAN/RENAEST – Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito, capacitando a autoridade para o repasse automático das informações obrigatórias exigidas para o boletim consolidado do DENATRAN/RENAEST. Além disso, o SIAT captura informações de escopo pertinente à gestão local, fornecendo, desta forma, não só o "mínimo" exigido pelo DENATRAN, mas, sobretudo, informações detalhadas sobre a realidade local.

  • Coleta dos dados
  • Integração
  • Análise e Publicação
  • Segurança